Operação Calvário: Juristas adotam estratégias para barrar decisão da ALPB e prender deputados estaduais envolvidos em corrupção

O ALÍVIO DUROU POUCO

Apesar de o Supremo Tribunal Federal ter decidido que caberá às Assembleias Legislativas a decisão sobre a prisão preventiva de deputados estaduais, juristas já dão como certo que nas próximas fases da Operação Calvário a Justiça deverá determinar o afastamento do cargo de diversos deputados estaduais, alvos de delação de vários colaboradores.

Segundo fontes revelaram ao Blog do Anderson Soares, alguns deputados receberiam mensalão e outros 300 mil reais para a campanha, tudo fruto de propina da Cruz Vermelha.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: