Ministro do STJ rejeita Habeas Corpus e mantém Roberto Santiago na prisão

O ministro do Superior Tribunal de Justiça, Félix Fisher, indeferiu nesta segunda-feira (20) o Habeas Corpus que pedia a soltura do empresário Roberto Santiago. No despacho, o magistrado determinou a requisição de informações complementares e o encaminhamento para o Ministério Público Federal.

Com a decisão, Santiago continua preso na Penitenciária de Segurança Média, em Mangabeira. Ele e mais vinte detentos, dentre eles, o ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, foram transferidos para unidade prisional no último sábado (18). Eles estavam recolhidos no 1º Batalhão de Polícia Militar.

Roberto Santiago está detido desde o dia 22 de março, acusado de comprar o mandato do ex-prefeito de Cabedelo, Luceninha, para favorecer seu apadrinhado político, Leto Viana. De acordo com as denúncias do Ministério Público da Paraíba, Santiago usou da força econômica e política para barrar a construção de um shopping em Intermares.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: