Lígia defende continuidade do modelo de gestão do PSB, não garante apoio a Azevedo e diz que vai avaliar candidatura

A vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT), rompeu o silêncio nesta segunda-feira (16), após a decisão do governador Ricardo Coutinho (PSB) em permanecer no governo até o fim do mandato. Em entrevista ao Correio Debate, da 98 FM,  a vice defendeu o modelo de gestão implementado pelo governador. Ela disse que as políticas do PSB mudaram a vida dos paraibanos e não pode se opor às conquistas do povo paraibano. Questionado sobre o apoio do PDT, Lígia disse que defende a continuidade do projeto e não de nomes.

“Não falando tem pessoas, mas em políticas públicas que mudaram a vida das pessoas. Me proponho a continuar com essa ideia que mudou a Paraíba. Vejo Ricardo com ideias que transformaram a consciência das pessoas. O governo acaba, mas as políticas devem continuar. Estarei defendendo essa ideia que mudaram a Paraíba, independente de quem seja o candidato. O que vale é a ideia. O governo Ricardo é uma ideia e o candidato pode ser A, B ou C. As pesosas querem políticas que podem avançar. Vou ouvir as pessoas para depois decidir se pode lançar ou não a candidatura. Me proponho a continuar essa ideia”, disse.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: