Em CG, novo decreto limita horário de bares e restaurantes e permite cerimônias religiosas com 50% da capacidade

O novo decreto que o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), vai editar na próxima segunda-feira (1), limitará os horários de bares e restaurantes até as 23h e só abrirão às 6h.  Eventos só poderão ocorrer com limitação de 100 pessoas. Já as missas, cultos e cerimônias religiosas deverão respeitar 50% da capacidade dos templos.

Hoje pela manhã, Bruno se reuniu com 20 segmentos de econômicos, religiosos e sociais para compartilhar as medidas que faria parte do novo decreto, com o aumento da fiscalização, aplicação de multa e fechamento temporário de estabelecimentos que descumprirem as regras.

Durante o encontro, o prefeito apresentou a minuta do decreto do Poder Executivo em relação ao quadro atual da pandemia do novo coronavírus em Campina Grande. Para Bruno, a condição do Município hoje é diferenciada em relação às outras cidades do Estado, mas o momento inspira cuidados preventivos.

Atualmente, 55% dos leitos de UTI estão ocupados em Campina Grande. Destes, 40% são ocupados por pacientes de outras regiões. “Precisamos chamar o feito à ordem. Isto evitará o colapso do nosso sistema”.

Participaram do encontro representantes das seguintes entidades e organizações sociais.

– Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP)

– Associação Comercial e Empresarial
– Câmara dos Dirigentes Lojistas
– Sindicato do Comércio Atacadista
– Sinduscon
– Sindicato das empresas do setor Imobiliário
– Sindicato do Comércio Varejista
– Associação da Feira Central
– SindCampina
– Associação dos Lojistas do Shopping Edson Diniz
–  Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Campina Grande
– Associacão Brasileira de Academias
– Sítio Vila São João
– Diocese de Campina Grande
– Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil (Omebe) – CG
– Assembleia de Deus
– Presbiteriana Central
– Verbo da Vida

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: