João diz que renúncias e desfiliações no PSB são consequência dos erros com destituição do diretório estadual

O governador João Azevêdo (PSB) comentou nesta quinta-feira (19), durante visita ao Hospital da FAP, em Campina Grande, a decisão de Ronaldo Barbosa, presidente do PSB de João Pessoa e outras lideranças políticas renunciarem aos cargos dentro do partido. De acordo com o governador, a postura é reflexo da decisão equivocada da direção nacional da sigla de destituir o diretório estadual.

“Filiados anunciando a saída do partido, prefeitos anunciando a saída, presidentes de diretórios entregando o cargo porque com certeza não foi a melhor maneira nem a melhor forma de conduzir uma questão interna do partido. Primeiro se é uma questão interna ela tem que ser resolvida internamente. Por maior respeito que eu tenho a todos vocês, eu jamais trataria de um problema primeiro com vocês para depois levar par ao partido e eu acho que esse foi o grande erro”, disparou.

O governador esteve na FAP ao lado do senador, Veneziano Vital do Rêgo (PSB), do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), do líder do governo, Ricardo Barbosa (PSB), do secretário de Saúde, Geraldo Medeiros e do chefe de Gabinete, Ronaldo Guerra.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: