OPERAÇÃO CALVÁRIO: Justiça acata denúncia do MP e Romero Rodrigues vira réu

 


O juiz Alexandre José Gonçalves Trineto acatou, nesta terça-feira (6), a denúncia do Ministério Público da Paraíba contra o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), Jovino Machado Neto, Saulo Ferreira Fernandes e Daniel Gomes, no âmbito da Operação Calvário.

Na decisão, o magistrado diz que “há prova razoável do crime de corrupção ativa e passiva dos denunciados citados, pois os elementos indiciárias apontam para materialidade dos crimes descritos na denúncia e imputados a cada um dos denunciados, restando nítida a presença de elementos indiciárias que afirma crimes voltados a lesar o patrimônio público objetivando enriquecimento ilícito”, diz o magistrado após deixar claro, no despacho, que nessa fase processual não cabe exame aprofundado das provas.

De acordo com a denúncia, a campanha de Romero a prefeito de Campina Grande, em 2012, teria sido custeada com recursos de propina pelo empresário da Cruz Vermelha, Daniel Gomes, que em contrapartida, almejava expandir a atuação da organização social (OS)na Rainha da Borborema. A defesa do ex-prefeito nega as acusações e diz que a prefeitura não contratou nenhuma OS para gerir a saúde durante a gestão de Romero.

Com informações do Blog Wallyson Bezerra (MaisPB)

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: