Vereadores aprovam projeto que torna igreja serviço essencial e matéria vai para sanção de Cícero Lucena

Os vereadores aprovaram, na manhã desta quinta-feira (4), projeto de lei que torna as igrejas atividades essenciais durante a pandemia. Apenas o vereador Marcos Henrique (PT) votou contra o projeto, alegando os altos índices diários de contaminação e mortes.

Já parlamentares da bancada religiosa, como Eliza Virgínia (PP), Carlão Pelo Bem (Patriotas) e Bispo Zé Luiz (Republicano) argumentaram que as missas, cultos e cerimônias religiosas devem ser encaradas como essenciais porque atuam contra problemas psicológicos acusados pela pandemia.

O projeto vai para sanção do prefeito Cícero Lucena (Progressistas). Caso aprove, as celebrações presencias nas igrejas de João Pessoa serão liberadas respeitando os protocolos sanitários e a limitação de 30% da capacidade de público.

Os parlamentares também aprovaram projeto de lei que tornam a atividade física orientada por um profissional regulamentado e escolas como serviços essenciais.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: