Em ano eleitoral, Guarabira aumenta despesas com serviços ortopédicos

Gastos da área de ortopedia e traumatologia cresceram 129% acima da média em relação aos três anos anteriores a 2020

Em 2020, ano de campanha eleitoral, a Prefeitura de Guarabira gastou R$ 2.067.715,21 com serviços de ortopedia e traumatologia, nos cinco primeiros meses do ano. Esse crescimento representa 129% acima da média, que foi de R$ 900.180,89, em relação aos três anos anteriores. Os dados, que são do Tribunal de Contas da Paraíba, foram revelados pelo vereador Renato Meireles (Cidadania), durante sessão ordinária da Câmara Municipal, na tarde dessa terça-feira (23).

Meireles, ao questionar a secretária municipal de saúde, Harlanne Herculano, que foi convocada para esclarecimentos da pasta, fez uma retrospectiva dos valores gastos pela Prefeitura de Guarabira na área de ortopedia e traumatologia do ano de 2017 a 2020.

As despesas com a prestação dos serviços, nos últimos quatro anos, totalizam R$ 4.768.257,90. Porém, esse valor não inclui a licitação cuja vencedora foi a empresa Dia Top Mais Ltda e homologada em 1º de junho de 2020 no Diário Oficial do município, num montante de R$ 6.631.194,36.

“Esses valores subiram quando o serviço deixou de ser prestado pelo Pronto Socorro de Fraturas e passou para a TOP Mais. Inclusive, foi feita uma licitação, ganha pela TOP Mais, para prestar os serviços por apenas 7 meses à Prefeitura de Guarabira”, destacou Renato.

O parlamentar ainda afirmou ter ido à unidade prestadora de serviços ortopédicos, onde informaram que apenas casos de urgência e emergência estavam sendo atendidos.

“Ou seja, dinheiro existe e foi gasto, e infelizmente o nosso povo não está tendo os serviços por parte da TOP Mais. Hoje estamos sem atendimento de ortopedia e traumatologia por parte do município”, lamentou.

Em sua resposta, Harlanne alegou que não teria como apresentar uma resolução assertiva sobre os saldos e recursos apresentados pelo vereador, por causa do pouco tempo a frente da Secretaria de Saúde de Guarabira, afirmando que ainda estaria no processo de avaliação e entendimento da pasta. Ela não comentou sobre a suspensão dos atendimentos de ortopedia e traumatologia prestados pelo município.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: