Ruy defende suspensão do aumento no gás de cozinha: “É um absurdo reajustar duas vezes neste ano de dificuldades para as famílias”

Indignado com o aumento do gás de cozinha duas vezes em menos de dois meses, o deputado federal paraibano Ruy Carneiro classificou o reajuste como absurdo em relação ao momento de desemprego e dificuldades econômicas que estão afetando as famílias paraibanas. A partir desta quinta-feira (11), o gás poderá custar até R$ 95,00 no Estado.

Ruy ressaltou que o gás de cozinha é um item essencial nos lares, ainda mais agora, quando as pessoas enfrentam o desemprego e dificuldades para manter o próprio sustento, assim como em outros locais do país. Por isso, Ruy defende a revisão da decisão de reajustar os valores nesse momento delicado.

“Se já estava difícil para os paraibanos até mesmo para colocar a comida na mesa, agora ficará mais complicado ter o gás para cozinhar. É essencial que a decisão de aumentar os preços de itens importantes como esse durante a pandemia seja revista”, alertou.

Como medida para minimizar os impactos da crise provocada pela pandemia nos lares, na última semana, Ruy apresentou duas emendas à MP 1024/2020, pelo retorno do auxílio emergencial e dos descontos na conta de energia.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: