Juiz determina prisão do sobrinho de Expedito Pereira e mais dois suspeitos do assassinato do ex-prefeito de Bayeux

O juiz Marcos William de Oliveira, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de João Pessoa, determinou a prisão temporária de 30 dias de Ricardo Pereira, sobrinho do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, de Leon Nascimento dos Santos e Gean Carlos da Silva Nascimento. Eles são suspeitos de participar do assassinato de Expedito, na última quarta-feira (9).

Ricardo é suspeito de ser o mentor do crime. Ele prestou depoimento na Central de Polícia, na segunda-feira (14), mas se manteve em silêncio por orientação da defesa. Gean Carlos trabalhou na campanha de Ricardo a vereador de Bayeux e Leon, que  foi preso na noite do sábado (12), pelo crime de estelionato. No entanto, ele confessou ter usado a moto do crime.

As primeiras informações são de que Ricardo Pereira teria encomendado o assassinato do tio por R$ 3 mil e a motivação teria sido financeira. A expectativa é de que Ricardo Pereira se entregue a polícia ainda nesta quarta-feira. A Polícia Civil deve realizar uma coletiva de imprensa para detalhar o caso nas próximas horas.

 

Comentários

Blog do Anderson Soares - Todos os Direitos Reservados

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: