Tião Gomes cobra construção de maternidade e Centro de Hemodiálise no Brejo paraibano durante audiência com secretário de Saúde

Nesta quinta-feira (3), a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) voltou a debater a Proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano de 2021 em Audiência Pública temática sobre a área da Saúde do Estado. O evento aconteceu de forma remota através de videoconferência, com a participação dos deputados e do secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros.

O relator da LOA, deputado estadual Tião Gomes (Avante), ressaltou que 2020 foi um ano de dificuldades para a saúde e parabenizou o secretário Geraldo Medeiros e sua equipe pelas ações desenvolvidas em prol do enfrentamento à Covid-19. Tião declarou que como relator da peça orçamentária para o próximo ano, está à disposição da Secretaria de Saúde e voltou a cobrar a instalação de um Centro de Hemodiálise na cidade de Solânea e a construção de uma maternidade para atender a população do Brejo paraibano.

“Do ano passado para esse ano nós aprovamos várias emendas, colocamos no orçamento e nada foi resolvido. O senhor falou em toda a região da Paraíba, e no Brejo apenas salientou Guarabira. Nós temos dois problemas seríssimos nessa região, secretário. O senhor chega em Areia, Esperança, Solânea, Bananeiras, Cacimba de Dentro, Araruna, não tem uma maternidade e temos que levar para Campina Grande ou Guarabira, isso é impossível, são mais de duzentos mil habitantes. Está na hora de pensarmos, secretário, em ter uma maternidade na região”, questionou o deputado.

Tião citou o exemplo da Prefeitura de Bananeiras que conseguiu recursos para ampliar o hospital da cidade e fazer uma maternidade. “Seria importante uma junção com a Secretaria de Saúde do estado para se desenvolver um trabalho melhor, porque é uma coisa importantíssima para nós. Essa luta por maternidade em nossa região vem de muito tempo e não foi solucionado. O Governo da Paraíba precisa olhar mais para a nossa região brejeira. Vamos construir pelo menos essa maternidade e esse Centro de Hemodiálise de Solânea. Eu sei que a verba é curta, nós estamos passando por dificuldades, o ano de 2020 foi um ano atípico, mas nós vamos modificar alguma coisa no orçamento, orientar e estimular para que o senhor possa analisar melhor. Queremos uma infraestrutura de saúde melhor na nossa região”, ressaltou.

Na ocasião, Tião lembrou que já destinou emenda para o Centro de Hemodiálise em Solânea. “O ano passado eu coloquei em pauta a construção do Centro de Hemodiálise em Solânea, nós temos mais de duzentos pacientes hoje que saem da nossa região para ir para Campina Grande, Guarabira ou João Pessoa para fazer hemodiálise. Isso é uma coisa triste para o nosso povo, secretário. Colocamos no orçamento do ano passado e vamos colocar esse ano novamente para ver se sensibiliza o governo, algo que já pedi tanto, que é esse Centro, é preciso, é fundamental para a população. O Brejo está precisando de uma melhor atenção por parte do governo do estado que fala em toda região da Paraíba, mas o Brejo sempre fica à margem. As outras cidades não suportam mais receber pacientes de outra região”, reafirmou o deputado.

Ao final de sua fala, o deputado reafirmou que vai trabalhar em conformidade com a Secretaria de Planejamento para dar o melhor tratamento possível à peça orçamentária de 2021. “Finalizo deixando meu apelo para olhar pela nossa região”.

Resposta do Secretário de Saúde

Em relação à cidade de Solânea o secretário Geraldo Medeiros afirmou que irá iniciar a reforma do hospital. “Serão investidos um milhão e seiscentos mil reais que consistirá na reforma e ampliação do centro cirúrgico, construção do abrigo de resíduos, reforma da central de material e esterilização, adequação das instalações de combate a incêndio, construção do novo reservatório de água e adequações nas instalações elétricas do transformador”, garantiu.

Geraldo Medeiros destacou ainda que gostaria de contemplar todas as cidades da Paraíba, mas disse ser impossível. “O Estado da Paraíba tem o maior número de unidades hospitalares do Brasil proporcionalmente. Nós teremos no Hospital de Clínicas de Campina Grande uma maternidade de alto risco disponível para esses pacientes. Teremos também o Hospital da Mulher que contemplará aquela região”.

Sobre a instalação de um Centro de Hemodiálise em Solânea, Geraldo Medeiros leu um parecer do Hemocentro de João Pessoa que diz que: Com base nos dados informados pela Secretaria de Saúde de Solânea informa a vossa senhoria que não será possível atender aos requisitos de implantação de um Hemonúcleo, como também a implantação de uma agencia transfusional no Hospital de Solânea.

Em resposta ao secretário, Tião Gomes explicou que não se trata de um Hemonúcleo, “nosso pleito é por um Centro de Hemodiálise em Solânea que atenda a toda nossa região, não é só o município de Solânea, para que, repito, os duzentos pacientes que temos por mês não precisem se deslocar para Campina, Guarabira ou João Pessoa. Esse tema da maternidade e do Centro de Hemodiálise são questões que vou continuar lutando e peço apoio do senhor”, reiterou o deputado.

Saúde em 2021

A Secretaria de Estado da Saúde estima despesa total de R$ 1.522.073.368,00 (um bilhão, quinhentos e vinte e dois milhões, setenta e três mil, trezentos e sessenta e oito reais) e investimentos no valor de 150.935.898,00 (cento e cinquenta milhões, novecentos e trinta e cinco mil, oitocentos e noventa e oito reais). Geraldo Medeiros anunciou reformas, ampliações de leitos, implantações de alas cardiológicas, além da instalação de equipamentos como tomógrafos em unidades de saúde de várias regiões e municípios do estado, a exemplo de João Pessoa, Campina Grande, Picuí, Solânea, Sousa, Itaporanga, Monteiro e Guarabira.

Comentários

Blog do Anderson Soares - Todos os Direitos Reservados

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: