ANÁLISE: Ricardo Coutinho é humilhado nas urnas e “enterrado” politicamente

Audiência de custódia de Ricardo Coutinho

O resultado já era esperado por aqueles que analisam a política com lucidez. Porém, para os seguidores do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), a sexta colocação nas eleições em João Pessoa, principal reduto do socialista, foi um duro golpe no estômago, já que nutriram, com grande ansiedade, a esperança  de Ricardo ir ao segundo turno e ganhar as eleições.

A derrota foi humilhante. Ricardo poderia evitar tamanho vexame e ficar no imaginário político da Paraíba como um grande vencedor, embora a Operação Calvário tenha revelado o modus operandi como conquistou êxito nas últimas eleições. Acostumado a peitar tudo e todos, a apontar o dedo em riste, a perseguir implacavelmente os adversários, Ricardo foi duramente rejeitado pela população.

O ex-governador se reduz, hoje, a míseros 38.969 votos. Além da acachapante derrota nas urnas, o ex-governador não conseguiu eleger a irmã vereadora. O PSB não conquistou vaga na Câmara de João Pessoa. Dois ferrenhos adversários políticos vão disputar o segundo turno e sua fiel escudeira perdeu as eleições no Conde. Inelegível e com vários processos na justiça, Ricardo Coutinho foi, definitivamente, “enterrado politicamente”.

 

 

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: