Em meio a “ovadas” e gritos de “golpista”, Valdiney Veloso toma posse na UFPB

“Golpista”, “fascista”, “puxa-saco do golpe” e “lixo” foram algumas das palavras nada abonadoras proferidas contra o novo reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Valdiney Gouveia Veloso, ao chegar para a posse, nesta quarta-feira (11). O escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi o terceiro colocado na consulta à comunidade universitária.

Valdiney Veloso é empossado, apresar dos protestos. Foto: Divulgação

 

A posse foi transferida do prédio da reitoria para o auditório do Hospital Universitário de forma estratégica. Isso por que professores, alunos e funcionários tinham programado protestos para a hora da posse, no início da noite. A escolha do HU surgiu como solução por ser um espaço que o bom senso recomenda que não se faça barulho para não incomodar os pacientes.

Não adiantou. Na entrada do prédio um grupo de estudantes hostilizou o novo reitor, que foi recebido com uma chuva de ovos. Convidados para a solenidade, como o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) chegaram a ser atingidos. Os estudantes criticam a escolha de Veloso por ele ter sido o último colocado na lista tríplice, aprovado por apenas 5% da comunidade universitária.

Os protestos vêm se acumulado desde a semana passada, quando, no dia 4, foi publicada a nomeação no Diário Oficial da União (DOU). Esta é a primeira vez que um reitor é escolhido para comandar a instituição sem figurar como o mais votado na lista.

Blog do Suetoni

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: