Cartaxo ironiza apoio de João a Cícero: “não transfere votos”

Luciano Cartaxo conversou com a imprensa durante visita ao Parque Arruda Câmara. Foto: Dayze Euzébio/Secom-JP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), ironizou nesta segunda-feira (24) o apoio do governador João Azevêdo (Cidadania) à pré-candidatura do ex-senador Cícero Lucena (PP). Para o verde, o gestor estadual não tem condições de transferir votos para o progressista. A lógica usada pelo prefeito é a de que a única vez que Azevêdo disputou uma eleição foi em 2018 e ele teria sido eleito com os votos transferidos pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

“A gente vai saber disso nas urnas, né? Porque, veja bem, na eleição passada o atual governador foi receptor de votos. Houve uma transferência de votos para o atual governador. Agora, a gente vai saber qual é a atual capacidade do governador de transferir os votos que não foram dele para outro candidato”, ironizou Cartaxo, durante a inauguração de mais uma fase da reforma do Parque Zoo Arruda Câmara.

O prefeito lançou para a disputa a ex-secretária de Educação, Edilma Freire (PV). Em certo momento, tentou uma composição com o governador, mas as tratativas não avançaram. Ao comentar a eleição de João, alegou que ele foi votado na eleição passada pela parcela da população de centro esquerda. “Agora está apoiando um candidato que é do Centrão”, pontuou.

“Então, essa é a dificuldade que a população vai perceber aí se ele tem capacidade de transferir votos que não foram originalmente dele, dentro do processo eleitoral passado”, ressaltou. Cartaxo também negou que a pré-candidata dele esteja isolada no pleito. Ela terá o apoio de PV, Pros e PRB.

Blog do Suetoni

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: