Vice-reitora da UFPB denuncia perseguição, autoritarismo e desmantelo das comissões na atual gestão

Em vídeo veiculado em seu perfil na rede social Facebook, a professora Bernardina Freire, vice-reitora da Universidade Federal da Paraíba, denunciou perseguição, autoritarismo e desmantelo das comissões formadas na instituição durante a atual gestão. “Algumas ações, inclusive, de pessoas que estariam subordinadas na escala hierárquica, travavam nosso trabalho. Era como se fosse criada uma rede de intencionalidades para o trabalho não fluir”, desabafou.

Ainda no vídeo, a vice-reitora da Universidade Federal da Paraíba denunciou ter sido impedida de exercer o direito legal de vice-reitora, como também ter sido substituída de forma irregular por um vice-reitor pro tempore, que segundo ela, teria sido o responsável por “desmanchar a sala de comissões”. “Os arquivos, não sei onde estão, apesar de solicitados reiteradamente”, revelou. “Como se não bastasse, ainda espalharam intencionalmente, que eu pediria para deixar o cargo de vice-reitora, embora esse fosse talvez o desejo de muitos”, denunciou.

Confira a publicação

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2F100011361265889%2Fvideos%2F1404539593268069%2F&show_text=0&width=560

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: