Governador entrega mais um hospital com 150 leitos para atender pacientes com Covid-19 em João Pessoa


O governador João Azevêdo realizou, nesta segunda-feira (15), a entrega simbólica da Maternidade Frei Damião II, em João Pessoa. O local, onde funcionava o antigo Hospital Santa Paula, foi totalmente reformado e adaptado e conta com uma ampla estrutura e novos equipamentos para atender pacientes diagnosticadas com a Covid-19. Com a abertura da unidade hospitalar, mais 150 leitos, sendo 20 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), estão disponíveis à população de 64 municípios paraibanos, que integram a 1ª macrorregião de Saúde do Estado.

A unidade II da maternidade Frei Damião possui três pavimentos com posto de Enfermagem e Farmácia; quatro salas de repouso para médicos; oito salas de repouso multiprofissional; duas recepções; sala de espera; refeitório; cozinha; despensa; e banheiros.

Na ocasião, o governador João Azevêdo destacou o esforço do Governo da Paraíba para garantir um atendimento qualificado e espaços bem estruturados à população. “Nosso objetivo é salvar vidas. O hospital está totalmente reformado para atender pacientes com Covid, e posteriormente, abrigará a maternidade Frei Damião, com toda estrutura necessária para prestar um atendimento digno a todas as pacientes, oferecendo também um espaço de trabalho adequado para todos os servidores. Estamos abrindo 150 leitos, sendo 130 leitos de enfermaria e 20 de UTI, para que a gente possa dar apoio e suporte à população nesse momento. Eu agradeço o esforço gigantesco de toda a equipe para que isso se tornasse realidade, pois optamos por fazer estruturas fixas para que possam ser utilizadas após a pandemia”, ressaltou.

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que o novo hospital assegura uma assistência individualizada às mulheres diagnosticadas com a Covid-19. “Esse é mais um espaço que o Governo do Estado propicia aos paraibanos para o atendimento de casos do coronavírus, com o objetivo de atender às gestantes e puérperas, permitindo uma individualização dessas pessoas que se enquadram no grupo de risco, garantindo uma melhor assistência de saúde. Após a pandemia, esse espaço será destinado à maternidade Frei Damião, pois o outro prédio será demolido para que seja construído um novo hospital materno-infantil, que será a maior e mais ampla maternidade do Estado, e que dará um incremento na qualidade do atendimento na Grande João Pessoa”, falou.

A diretora geral da Maternidade Frei Damião, Selda Gomes, destacou a qualidade da estrutura destinada às paraibanas. “A unidade entregue hoje à população é completamente equipada, sendo de alto padrão e alta tecnologia. Nós teremos uma média de 80 profissionais atuando diariamente, oferecendo assistência clínica de média e alta complexidade, com leitos de internação e de UTI”, disse.

A superintendente da Suplan, Simone Guimarães, evidenciou a agilidade da gestão estadual na execução da obra. “Foram quase 40 dias de obras, em um trabalho extenso, com muito compromisso das equipes do governo para atender as necessidades da Secretaria de Saúde. Esse é um momento de alegria por termos feito dois hospitais grandes em tão pouco tempo. Nós também vamos fazer a nova Maternidade Frei Damião, que já tem o projeto arquitetônico desenvolvido, estamos licitando os projetos executivos para entregar um hospital mais moderno à população”, acrescentou.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: