PMJP libera construção civil e flexibiliza atividades religiosas em João Pessoa a partir de segunda-feira

O prefeito do João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), apresentou neste sábado (13), o plano de flexibilização das atividades econômicas na capital. O prefeito fez um balanço das atividades nesse período de isolamento social e destacou que a flexibilização, nesse momento, só é possível por causa das ações tomadas pela gestão. Ele deixou claro que a população não pode confundir a flexibilização com a volta desordenada às atividades.

“Nós ainda estamos em isolamento social. Apenas estamos apresentando um plano de flexibilização. Não estamos abrindo as porteiras. Esse plano permite uma flexibilidade tanto para mais quanto para menos. Se percebermos que há descompromisso das regras nós não vamos retroceder. Nós não vencemos a guerra ainda. Vamos avançar, flexibilizar, mas não podemos confundir com a volta desenfreada das atividades”, alertou.

Atividades que permanecem fechadas

Transporte público, escritórios, áreas de esporte profissional, serviços públicos não essenciais, praias, praças, parques, feiras livres e ambulantes, academias de ginástica, museus, cinemas e teatros, atividades de educação.

Etapas da Flexibilização – O primeiro momento de flexibilização, a ser iniciado nesta segunda (15), prevê o fim do isolamento social rígido, com retirada dos pontos de fiscalização, e permite o funcionamento integral dos serviços essenciais. O comércio atacadista, fundamental no abastecimento de outros setores, segue aberto. Construção civil, concessionárias, revendas de veículos e locadoras, além de empresas de assistência técnica, poderão funcionar, seguindo as regras de prevenção. No sistema de delivery e drive thru poderão atuar as lojas de material de construção, serviços de alimentação, óticas e estabelecimentos de varejo. Salões de beleza podem receber um cliente por vez, sempre a partir de agendamento, sem filas. Igrejas podem ser reabertas com apenas 30% dos fiéis.

Como medidas preventivas e forma de preservar o isolamento social, o transporte público seguirá temporariamente suspenso, assim como escritórios de profissionais liberais, serviços públicos não essenciais e a circulação em praias, parques e praças. Feiras livres, comércio ambulante, academias de ginástica, museus, teatros e cinemas, além de atividades presenciais de educação, também seguem fechados. As etapas 2, 3 e 4 serão implementadas com base nos indicadores de saúde, até que a Capital complete o retorno integral à nova normalidade. As medidas serão anunciadas com base em critérios técnicos, sempre a partir da avaliação permanente dos riscos que cada retorno gradual poderá representar.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: