Se o processo de impeachment fosse apenas contra João, Damião não falaria nada”, diz deputado

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL), reagiu aos ataques do deputado federal Damião Feliciano ao presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), e demais parlamentares da Casa. Em entrevista à imprensa paraibana, Damião classificou como “golpe” o pedido de impeachment do governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania) e da vice Lígia Feliciano (PDT), esposa de Damião.

Para o deputado Cabo Gilberto Silva, se o processo de impeachment fosse apenas contra João, Damião não falaria nada. “Quero lamentar profundamente as declarações do deputado federal Damião Feliciano, esposo da vice-governadora Lígia Feliciano, que tem interesse totalmente nessa ação”, disse Cabo Gilberto Silva. “Tenho certeza absoluta de que se tivéssemos colocado o processo impeachment na Assembleia Legislativa apenas contra o governador, ele não iria falar nada. muito menos com relação ao presidente da Assembleia, não falamos nada com ele, não precisamos pedir nada ao presidente da Assembleia, temos total independência”, afirmou.

Cabo Gilberto Silva negou ainda a existência de um acordo entre os deputados, que colocaria em “xeque” toda a bancada de oposição, e fazendo referência aos crimes revelados pela Operação Calvário, classificou como golpe, “o que o PSB com o PDT e partidos aliados fizeram com o Estado da Paraíba”.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: