Em nota, Hugo Mota e Nabor Wanderley repudiam citação de Livânia e afirmam que acusações são mentirosas

 


Os deputados Hugo Mota (PRB) e Nabor Wanderley (PRB), divulgaram nota, repudiando as acusações da ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, nas quais apontam pagamento de R$ 500 mil aos dois parlamentares, para campanha de 2018, por determinação do então governador, Ricardo Coutinho (PSB).

Nota

É com extrema surpresa e repúdio que recebemos a informação quanto à citação dos nossos nomes em trecho da delação da ex-secretária de Estado, Livânia Farias.

Afirmamos que não cometemos nenhuma irregularidade e que as ações citadas pela delatora na referida investigação não são verdadeiras. Garantimos ainda que a nossa atuação político-parlamentar é pautada pela honestidade, seriedade, responsabilidade e compromisso com a população paraibana.

Aguardaremos os trâmites processuais com absoluta confiança no Poder Judiciário. Estamos à disposição da Justiça para esclarecer quaisquer fatos e desde já disponibilizamos nosso sigilo bancário e fiscal.

À população e à imprensa da Paraíba, enfatizamos nosso comprometimento com a verdade, serenidade e confiança na Justiça.

João Pessoa -PB, 06 de Janeiro de 2020

Nabor Wanderley
Deputado Estadual

Hugo Motta
Deputado Federal

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: