Ricardo usava dossiê para comprar apoio de conselheiros do Tribunal de Contas, aponta Ministério Público

São robustas as provas apresentadas pelo Ministério Público, através de delações premiadas e escutas telefônicas, contra o ex-governador Ricardo Coutinho, acusado de ser chefe da organização criminosa que desviou R$ bilhões da Saúde e Educação do Estado.

Para manter o aspecto de legalidade nas transações criminosas, o ex-governador contava com o apoio de pessoas influentes, dentre elas, conselheiros do Tribunal de Contas do Estado.

Segundo denúncia do Ministério Público, “dossiês foram solicitados por Ricardo e Waldson para levantar a vida de conselheiros (nomeados por adversários políticos do ex-governador)e auditores do TCE, de forma a reverter o quadro de dificuldades”, diz um trecho do documento.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: