Julian Lemos destaca ódio de Ricardo por pensar “em terceiro governo imaginário” na PB

Elogiado ontem pelo governador João Azevedo pela atitude de destinar sua emenda parlamentar para a Segurança Pública do Estado, o deputado federal Julian Lemos (PSL) comentou hoje a crise do PSB e, em nota, disse que o ex-governador Ricardo Coutinho estaria agindo por ódio por ter perdido “um terceiro governo imaginário”. Para o parlamentar, o socialista teria um plano autoritário de poder ininterrupto: “O rei caído não admite que seu ciclo tenha acabado, e terá sorte se não culminar preso, pois os escândalos de corrupção que estavam ao seu redor não têm até agora deixado de lhe macular, ainda que indiretamente”.

Confira a íntegra da nota:

Ricardo Coutinho explica Ricardo Coutinho.

Em uma nota de puro ódio, rancor e mágoa gerada por sua perda de autonomia de um imaginário terceiro governo, o ex-Governador que tinha um plano totalitário de governo ininterrupto, o famoso “plano de poder” se vê “nu”, pois é, o rei está nu, e ninguém avisou.

Ao perceber que não irá por em prática uma ditadura disfarçada de democracia, lhe resta atacar e rotular seu sucessor como um ingrato que ele mesmo é ao depreciar quem lhe ajudou tanto tempo.

O rei caído, acusa os outros do que ele é, assim como a esquerda gosta de fazer, quem é Ricardo Coutinho para falar em destruir reputações e perseguir adversários ? Melhor, destruir adversários, aliás era mestre nisso, que o diga o ex-Senador Cícero Lucena e vários jornalistas.

O rei caído não admite que seu ciclo tenha acabado, e terá sorte se não culminar preso, pois os escândalos de corrupção que estavam ao seu redor não têm até agora deixado de lhe macular, ainda que indiretamente.

Eu não tenho procuração, não sou base do Governo do João Azevedo, nem faço parte de sua agremiação partidária, mas, posso falar do que vi, um homem de bem, bem intencionado, sério, e humilde. Sim, João Azevedo é humilde, algo que seu antecessor desconhece, talvez seja isso que ele não tenha percebido ou melhor, por esse motivo colocou João como sucessor, muitos anos ao lado do Ricardo, e só agora ele viu que o Governador é traídor? Só por que não tem autoridade sobre esse novo governo? Ricardo Coutinho, NÃO TRATE O POVO DA PARAÍBA COMO SUA MILITÂNCIA ! Nem todos recebem como codificados, nem todos pensam como você, nem todos concordam com os escândalos de corrupção que seu governo praticava, você passou, a Paraíba não, ela tem quase 500 anos, não é apenas de 8 anos para cá. O reinado acabou, ou melhor dizendo, a tirania de um homem frio, agressivo e prepotente. O nosso estado trilha um por um novo caminho, Viva a Paraíba, o governo é do povo e não de um partido político.

Deputado Federal Julian Lemos.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: