Operação Calvário: João diz que investigados que foram exonerados terão tempo para preparar defesa


Questionado pela imprensa na manhã desta sexta-feira (11)  a respeito dos desdobramentos da 5ª fase da Operação Calvário, que culminou na prisão do então secretário executivo de estado do Turismo, Ivan Burity, e o cumprimento de mandato de busca e apreensão na residência do então secretário de Educação, Alécio Trindade, ambos exonerados a pedido após a deflagração da operação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado, o governador João Azevedo (PSB) disse que agora terão mais tempo para preparar suas defesas.

“É importante que as pessoas e auxiliares que colaboraram com esse governo tenham até a possibilidade de efetivamente exercer seu direito de defesa, porque as pessoas são colocadas nessa situação sem sequer terem sido ouvidas”, disse.

RádioBlog

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: