Após ensaio com maestro João Carlos Martins, crianças do projeto Ação Social pela música da PMJP se preparam para concerto no Teatro Municipal de São Paulo

Após ensaio com o maestro João Carlos Martins, crianças do projeto Ação Social pela Música da Prefeitura de João Pessoa se preparam para concerto, neste domingo, no Theatro Municipal de São Paulo

As crianças do projeto Ação Social pela Música da Prefeitura de João Pessoa participaram de ensaio, neste sábado, da Orquestra Bachiana Filarmônica, regida pelo maestro João Carlos Martins, na Fundação Bachiana, em São Paulo. O ensaio foi preparativo para a apresentação, neste domingo, das crianças em concerto no Theatro Municipal de São Paulo, um dos mais importantes da América Latina. O maestro João Carlos Martins fará a regência da execução, pelas crianças de João Pessoa, da clássica música nordestina Asa Branca, de Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga.

O convite para que as crianças se apresentassem no concerto do Theatro Municipal foi feito diretamente pelo maestro João Carlos Martins, que, no ano passado teve a oportunidade de conhecer o projeto Ação Social pela Música, desenvolvido pela gestão do prefeito Luciano Cartaxo, quando de sua participação no Festival Internacional da Música Clássica.

As crianças do projeto Ação Social pela Música, além de Asa Branca, executarão Games of Thrones, de Ramin Djawadi; The Avengers, de Alan Silvestri; No Reino da Pedra Verde, de Clóvis Pereira, e Toada e Desafio, de Capiba, regidos pelos maestros Hector Rossi e Samuel Galvez. Os instrumentos utilizados serão violino, viola, violoncelo e contrabaixo. O concerto terá duração de aproximadamente 60 minutos.

Ação Social pela Música

O projeto é mantido integralmente pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de sua Fundação Cultural (Funjope), atendendo crianças e adolescentes com idade de 6 a 16 anos, aliando o ensino da música à educação formal, num sistema de jornada complementar à escola.

O projeto funciona em João Pessoa desde 2015, implantado na gestão do prefeito Luciano Cartaxo, e atende atualmente cerca de 300 crianças nas quatro unidades da Capital. Além das aulas práticas e teóricas de segunda à sexta-feira, das 13h às 17h, os alunos têm aulas de reforço escolar (Português e Matemática).

Na Unidade 1 (Alto do Mateus) e na Unidade 2 (Mangabeira) os alunos aprendem a tocar instrumentos de corda (violino, viola, violoncelo e contrabaixo). Já na Unidade 3 (Gervásio Maia), estudam flauta doce, e na unidade 4 (Bairro dos Novais), estudam metais (trompete, trombone, tuba e trompa).

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: