GOLPE: Ricardo Coutinho articula renúncia coletiva dos diretorianos do PSB para destituir Edvaldo Rosas do comando do partido

Um fato novo na disputa pelo comando do PSB na Paraíba. O ex-governador Ricardo Coutinho está trabalhando, nos bastidores, para destituir Edvaldo Rosas do comando do partido. Para tanto, colocou em prática um plano maquiavélico.

Designou a esposa, Amanda Rodrigues e Estela Bezerra para convencer os membros da Executiva Estadual do partido e dos diretórios municipais a pedirem renúncia coletiva. Com a renúncia, haveria a dissolução do atual diretório e a Executiva Nacional teria que nomear uma comissão provisória, na qual o ex-governador seria o presidente.

A postura de Ricardo e aliados tem provocado revolta nos socialistas. Alguns com os quais o Blog do Anderson Soares conversou, revelaram o constrangimento. Eles estão sendo obrigados a assinar documento renunciando ao cargo com mais de um ano de mandato para o término.

Ricardistas não digerem o fato de João Azevêdo ter nomeado Edvaldo Rosas, sem o aval do ex-governador, para a Secretaria Chefe de Governo. A ala “girassol raiz” entende que João estaria cooptando aliados de Ricardo na disputa interna pelo comando do PSB.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: