Operação Calvário: Em audiência de instrução no RJ, testemunha revela que esteve na PB a mando de Daniel Gomes, controlador da Cruz Vermelha

Júnior Moura e Alberdan Coeho
Foi realizada nesta sexta-feira, dia 26, a primeira audiência de instrução e julgamento, do processo da Operação Calvário. Seis testemunhas de acusação foram ouvidas na 42ª Vara Criminal no Rio de Janeiro e uma delas confirmou em juízo que esteve na Paraíba por determinação do controlador da Cruz Vermelha Brasileira, Daniel Gomes da Silva, para fazer levantamento de hospitais.
Novas testemunhas de acusação e defesa serão ouvidas na sexta-feira da próxima semana, dia 2 de agosto, a partir das 13h na 42ª Vara Criminal. Os réus , entre os quais Daniel Gomes da Silva, serão ouvidos em audiência marcada para o dia 16 de agosto.
Um dos réus , Roberto Kremser Calmon, preso em um hotel na orla da praia do Cabo Branco, em João Pessoa, dia 14 de dezembro do ano passado, tem como defensores dois advogados paraibanos, Alberdan Coelho e Júnior Moura, que fazem a defesa do empresário desde sua prisão na Paraíba.
A Operação Calvário foi deflagrada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, dia 14 de dezembro com 11 prisões e 44 mandados de busca e apreensão. Outras três fases da Operação foram realizadas pelo Gaeco do Ministério Público da Paraíba.
Blog do Marcelo José
Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: