João Azevêdo renova contrato com Organização Social ligada a Daniel Gomes, acusado de chefiar Orcrim que desviava recursos da saúde

O governador João Azevêdo (PSB) renovou por mais seis meses, contrato no valor de R$ 12 milhões, com a Organização Social IPCEP (Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional), responsável por gerenciar os Hospitais Metropolitano, em Santa Rita e o de Mamanguape.

O fato curioso é que o governo cancelou contrato com a Cruz Vermelha, que administrava o Hospital de Trauma, mas manteve o vínculo com o IPCEP, OS ligada a Daniel Gomes, chefe da Organização Criminosa (Orcrim), acusado pelo Ministério Público, na Operação Calvário, de desviar recursos da saúde da Paraíba para financiar agentes políticos do Estado. Daniel Gomes está preso e terá audiência de instrução e julgamento no dia 26 de julho, no Rio de Janeiro.

Diário Oficial:  No centro dos escândalos de corrupção, IPCEP tem contrato renovado por João Azevêdo para administrar hospitais no Estado

 

Organograma da Orcrim de acordo com o Ministério Público da Paraíba

 

Ainda segundo denúncia do MPPB, o IPCEP Governo da Paraíba empenhou mais de R$ 182 milhões entre 2017 e 2018 com o Hospital Metropolitano de Santa Rita. O detalhe é que a unidade hospitalar só foi inaugurada em abril de 2018. Junto com a Cruz Vermelha, a Organização Social faturou mais de R$ 1 bilhão de 2011 a 2018.

 

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: