STJ marca julgamento de liminar que mantém Berg Lima e Bayeux pode ter novo prefeito

O pleno do Superior Tribunal de Justiça marcou para o dia 15 deste mês, o julgamento do pedido de afastamento do prefeito de Bayeux, Berg Lima. As ações foram impetradas pelo Ministério Público Estadual, através do Gaeco e do Ministério Público Federal.

Será julgado o pedido de revogação da liminar concedida pelo o desembargador, Marcos Cavalcanti, presidente do Tribunal ré Justiça da Paraíba, no dia 18 de dezembro, que concedeu o retorno de Berg ao cargo.  Caso a liminar seja derrubada, Berg Lima deixará a prefeitura de Bayeux e o presidente da Câmara, Jeferson Kita (PSB) assume o cargo.

Berg Lima foi preso em uma ação do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Ele foi flagrado, em vídeo, recebendo R$ 3,5 mil de um empresário fornecedor da prefeitura de Bayeux. O pagamento seria para Berg liberar ao empresário o crédito de R$ 77 mil referente a um contrato celebrado na gestão anterior.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: