Padre é afastado pela Arquidiocese da Paraíba após ser citado em denúncias de abuso sexual

Mais um padre foi afastado pela Arquidiocese da Paraíba, após ser citado em denúncias de casos de abuso sexual na Igreja Católica no estado. O vigário geral, padre Luiz Júnior informou nesta terça-feira (29), que o padre Rui Braga foi afastado por motivos de procedimento interno instaurado para apurar as denúncias.

Ainda de acordo com o vigário, o afastamento foi determinado pelo Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, logo após as denúncias exibidas no Fantástico no último dia 20. Com a decisão, padre Rui Braga não pode deixar celebrar missas e era o único dos quatro denunciados que não estava afastado.

O Padre Rui ainda não se manifestou sobre o afastamento. De acordo com a Arquidiocese da Paraíba, o religioso está hospitalizada devido a um problema de pressão. Seu estado de saúde não foi informado.

A Arquidiocese foi condenada a pagar uma indenização de R$ 12 milhões referente aos casos de exploração sexual contra menores de idade, uma decisão inédita no Brasil.

Wscom

Comentários
Fechar Menu