Com mais de R$ 45 milhões em investimentos, Banco Cidadão se transforma no maior programa de microcrédito da história da Capital

Entre as políticas públicas da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), colocadas em prática para atender as necessidades da população, a linha de crédito do Banco Cidadão vem conseguindo fomentar o empreendedorismo e, consequentemente, melhorar a economia através do incentivo aos pequenos negócios. Em 2018, o mecanismo chegou à marca de R$ 45,8 milhões investidos desde 2013, beneficiando milhares de microempresários em diversas áreas como alimentação, vestuário, informática, limpeza, oficina, entre outras.

Elisângela Perez Vieira faz parte desse grupo. Ela tem uma confecção no Bairro das Indústrias, que fabrica fardamentos para escolas e empresas, além de bolsas e outros acessórios. Na microempresa trabalham, além dela e o marido, mais quatro costureiras. Depois de três anos de atividade, Elisângela percebeu que o negócio precisava de um impulso – tanto para aumentar quanto para diversificar a produção.

Com propostas de vários bancos para a contratação de empréstimo, Elisângela recorreu ao Banco Cidadão, da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda, devido às condições para pagamento – apenas 0,9%. “Foi muito acessível, me inscrevi e consegui sem muita burocracia”, explicou. “Peguei 6 mil que serviram para a aquisição de três máquinas – uma de estampa, uma de impressão e uma de corte”, contou.

Bons produtos e produção incrementada merecem boas vendas. E este é o próximo salto que a empresa planeja: comercialização direta para o consumidor, descartando a terceirização que abocanha as margens de lucro. “Hoje produzimos cerca de 500 camisas por dia e 300 bolsas, um salto muito bom na produção de peças e na qualidade”, garante Elisângela, que prepara as condições favoráveis para escantear os atravessadores. “Com equipamentos, mão de obra e boas instalações, ao invés de terceirizar a produção, vou vender direto, pois acredito que dessa forma aumentaria a minha margem de lucro. Para isso já estou vendo a possibilidade de contratar um vendedor”, concluiu.

Durante a entrega a última entrega das linhas de créditos do Banco Cidadão, realizada no mês de junho,  o prefeito Luciano Cartaxo destacou a importância do mecanismo para a economia da Capital e disse que o microcrédito do Banco Cidadão tem cumprido um papel extremamente importante dentro da economia de João Pessoa, por ser responsável em dar o suporte necessário para que pequenos empreendedores possam investir no próprio negócio, abrir sua pequena empresa, aumentar a produção ou ter capital de giro.

Já o secretário adjunto da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda, José Gadelha Neto, explicou que os microempreendedores passam por diversas fases até receber os recursos para investir, o que garante a boa aplicação da verba e o melhoramento dos pequenos negócios. “As pessoas procuram nossa sede ou são captadas através do programa ‘Territórios Empreendedores’, no qual nossa base móvel vai aos bairros para chegar junto das pessoas que querem empreender. Ao se inscreverem, eles passam por três etapas, que são a capacitação, a criação do plano de negócio e a visita ao negócio, antes de receberem o microcrédito”, afirmou.

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: