Julian Lemos defende suspensão do fundo partidário: ” O país economizaria R$ 1,7 bilhão”

O presidente estadual do PSL, Julian Lemos, defendeu em suas redes sociais que o dinheiro destinado ao fundo partidário seja suspenso, com a medida, segundo Julian, seria possível economizar R$ 1,7 bilhão.

Na publicação Julian tacha de imoral e de violência aos brasileiros que os deputados e médios partidos recebam esse dinheiro. Para ele, cada um deveria ser responsável por bancar a sua campanha.

“Eu sei onde economizar 1,7 bilhões de Reais, é só suspender o dinheiro do fundo partidário, o famigerado fundão, cada um se vire para pagar sua campanha. É imoral, é mais que um abuso, é uma violência a todos nós brasileiros. Deputados de grandes e médios partidos receberão acreditem, até 2 milhões do seu suor para comprar votos, a maioria esmagadora dos deputados federais do meu estado estão nessa conta, dois deles com verdadeiras fortunas para gastar, anote aí, 1,7 bilhão” disse ele na postagem.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: