Opinião: Parecer do Ministério Público da União descontrói legitimidade da vitória de Ricardo Coutinho em 2014

O parecer do Ministério Público da união, solicitado pela Procuradoria Regional Eleitoral da Paraíba, foi fulminante ao concluir que o uso da máquina estatal desiquilibrou o pleito e favoreceu a vitória de Ricardo Coutinho (PSB) em 2014. A conclusão do MPU constata o uso do Programa Empreender e de constratações, no período eleitoral, com o claro objetivo de favorecer à reeleição do socialista. O aumento das admissões dos famosos “codificados” e a concessão de benefícios do Empreender, sem nenhum critério, nos meses que antecedem a eleição, são provas cabais e irrefutáveis que o programa influenciou no resultado das eleições, segundo a perícia.

Leia mais: Análise pericial conclui que uso do Empreender e contratações de codificados favoreceram Ricardo nas eleições de 2014

Os números oferecem elementos fortíssimos para embasar a acusação do Ministério Público Eleitoral, que já emitiu parecer pela cassação do mandato do governador. Além disso, o parecer fortalece o discurso do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que sempre questionou a lisura do processo eleitoral. De acordo com Cássio, a compra de votos foi algo escancarado na Paraíba, argumento que encontra amparo nos dados técnicos apresentados. Para Cássio, MPE e MPU, as regras eleitorais foram vilupendiadas, portanto, os infratores devem devem ser punidos. Resta agora o TRE colocar em pauta o julgamento, para endossar ou corrigir os argumentos apresentados. #julgatre

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: