Bayeux: Câmara acata pedido de cassação, mas rejeita afastamento de Luiz Antônio

A Câmara Municipal de Bayeux acatou na manhã desta quinta-feira (18), o pedido de cassação do prefeito interino da cidade, Luiz Antônio (PSDB), porém, rejeitou o pedido de afastamento dele do cargo. O pedido se baseia no vídeo em que o interino foi flagrado pedindo valores a um empresário do município, supostamente, para articular um golpe contra o prefeito Berg Lima.

Leia mais: Câmara de Bayeux aprecia neste momento pedido de cassação de Luiz Antônio

A denúncia já havia sido apresentada, mas foi arquivada porque os autores da denúncias que protocolaram o pedido foram os presidentes de dois partidos políticos aliados do prefeito afastado. Os membros da Comissão que vai investigar a denúncia já forma escolhidos. O presidente é o vereador Uedson Orelha, o relator é o vereador cabo Rubens é o relator e Adriano Martins, membro da comissão.

A Comissão Processante terá o prazo de 90 dias para ouvir as testemunhas e emitir um parecer pelo arquivamento ou prosseguimento da denúncia. Em seguida, Logo após, o relatório final será julgado pelos vereadores, que podem acatar ou rejeitar o parecer. Luiz Antônio já é investigado em pedido de cassação, onde é acusado de usar a máquina pública para denegrir a imagem do deputado federal, André Amaral (MDB).

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: