Opinião: Manoel Júnior peita Maranhão para se tornar prefeito de João Pessoa

A semana se inicia com um fato que promete trazer desdobramentos no cenário político da Paraíba. A decisão do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (MDB), convocar o Diretório Municipal do partido na capital para anunciar apoio à pré-candidatura de Luciano Cartaxo ao Governo do Estado é uma sinalização clara que o vice-prefeito está disposto a peitar o comandante do PMDB, José Maranhão para se tornar prefeito da capital.

Na nota, Manoel Júnior deixa claro que além do apoio a Cartaxo, as prioridades do PMDB de João Pessoa é assumir a Prefeitura de João Pessoa com a desincompatibilização de Luciano Cartaxo e aumentar as bancadas na Assembleia Legislativa e Câmara Federal, contrariando, frontalmente, a posição da Executiva Estadual e de Maranhão. Júnior sabe que o senador tem total controle do partido e todos que discordaram das decisões dele tiveram que deixar a legenda, a exemplo de Wilson Filho e Santiago, além de Gervásio Maia, exemplo mais recente.

Com a decisão de Maranhão de manter a pré-candidatura ao Governo do Estado, Manoel Júnior não quer ver o sonho de ser prefeito de João Pessoa adiado mais uma vez. Ele acredita que em 2004 e 2012 perdeu a chance de ser candidato do partido para apoiar Ricardo em 2004 e teve que ceder para o próprio Maranhão em 2012. Das duas uma: ou o vice-prefeito quer abrir uma ala dissidente na sigla para enfraquecer a candidatura de Maranhão ou está mesmo disposto a deixar o MDB, num gesto de lealdade a Cartaxo, o que garantiria a saída do prefeito para disputar o governo e abrir o caminho para Manoel Júnior realizar o sonho de comandar a capital paraibana.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: