Racha: Após reunião de Lira com dissidentes do PMDB, dirigente convida senador a deixar partido

Após reunião convocada, na tarde desta quinta-feira (12), pelo senador Raimundo Lira com os deputados do PMDB que apoiam o projeto do governador Ricardo Coutinho (PSB) para 2018, o tesoureiro do partido, Antônio de Souza, convocou uma reunião da Executiva Estadual para o dia 20 de janeiro, a fim de debater os rumos do partido.

Ele ressaltou que o partido é democrático, mas não vai tolerar desrespeito ao estatuto do PMDB nem as decisões da Executiva Estadual. Antônio de Souza mandou um recado direto para o senador Raimundo Lira e os dissidentes, os convidando a deixar o partido, caso insistam em defender a tese de aliança entre PMDB e PSB.

“O PMDB foi menospreza por Ricardo Coutinho. Com ele não tem mais solução. Se Lira quiser se aliar ao governador, é muito simples, peça desfiliação do partido. Faça como Gervásio Filho e Wilson Santiago. O PMDB tem comando. Lira não tem maioria no partido. O PMDB tem peemedebista que cumpre o estatuto do partido. Ele não vai ditar as regras no partido”, detonou o tesoureiro do partido, fiel escudeiro de José Maranhão.

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: