Manoel Júnior diz que balcão de negócios na Câmara é caso para Ministério Público

O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) é mais um parlamentar paraibano a condenar a negociata operada pelo governo para cooptar votos contrários ao impeachment da presidente Dilma Roussef (PT) na Câmara Federal.

Em contato com o Blog do Anderson Soares, neste domingo (3), o peemedebista disse que num país sério, a política adotada pelo PT para tentar escapar do impedimento seria caso para investigação do Ministério Público.

“Na política séria, balcão de negócio feito pela Presidência da República é caso para Ministério Público”, disse.

Manoel Júnior rebate a tese do presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB), de que o partido errou ao romper com o Governo Dilma. Segundo o paraibano, o PMDB atendeu o desejo da maioria.

“O PMDB tem história. Não poderia agir de maneira oportunista. Atendeu o desejo da maioria. Na democracia é assim”, afirmou.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: