Rômulo critica articulação para deputados não comparecerem à votação do impeachment: “É um gesto de covardia”

O deputado federal e presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, condenou neste sábado (2), a articulação do governo federal no sentido de comprar apoio dos parlamentares contra o impeachment da presidente Dilma (PT).

O governo estaria oferecendo dinheiro e liberação de emendas parlamentares no valor de R$ 1 milhão para que deputados votem contra o impedimento ou não compareçam à votação.

Rômulo Gouveia classificou como absurda a estratégia e disse ao blog do Anderson Soares, que os deputados não podem faltar a uma sessão tão importante para o país. Segundo ele, a ausência simboliza covardia.

“Eu acho que é um absurdo, todos devem ir para votar sim ou não, se ausentar é um gesto de covardia. A recomendação do PSD é que nenhum deputado falte à votação”, afirmou.

Rômulo avaliou ainda o rompimento do PMDB com o governo. Para ele, a atitude de pode ser interpretada pela população como oportunista.

“Aparentemente para opinião pública, a forma que o PMDB saiu, de forma rápida, pode aparentar oportunismo. O tamanho do PMDB no governo era muito grande, possibilitou inclusive a Presidenta extinguir cargos na estrutura”, concluiu.

Comentários
Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: